bc

Estudar é um caminho seguro para o sucesso! 

AGROINDÚSTRIA

    A transformação da produção agropecuária.

Administração  Agropecuária  Brechó  Contos  Culinária Cultura   Downloads grátis  Eletrônica  Esotérico  Esportes Genealogia Idiomas   Links  Loteria  Notícias Petróleo Saude  Solidariedade  Teatro 
agricultura   agroecologia   agroindústria   agronegócios   Apicultura  Aves domésticas  Avestruz  Biogás  Camarão   Codornas  Compostagem  Ervas medicinais  Fogão a lenha  Hidroponia  Horta  Incubadora  Pavão e Faisão  Piscicultura  Queijos  Ranicultura  Tomate seco

AGROINDÚSTRIA

A agroindústria é o conjunto de atividades relacionadas à transformação de matérias-primas provenientes da agricultura, pecuária, aqüicultura ou silvicultura. O grau de transformação varia amplamente em função dos objetivos das empresas agroindustriais. Para cada uma dessas matérias-primas, a agroindústria é um segmento da cadeia que vai desde o fornecimento de insumos agrícolas até o consumidor. 

 A quem trabalha na agricultura chama-se agricultor. O termo fazendeiro se aplica ao proprietário de terras rurais onde, normalmente, é praticada a agricultura ou pecuária ou ambos. Pecuária é a arte ou o conjunto de processos técnicos usados na domesticação e produção de animais com objetivos econômicos, feita no campo. Assim, a pecuária é uma parte específica da agricultura. Também conhecida com criação animal, a prática de produzir e reproduzir gado é uma habilidade vital para muitos agricultores. Agronegócio (também chamado de agribusiness ou agrobusiness) é o conjunto de negócios relacionados à agricultura em grande escala, baseada no plantio ou criação de rebanhos em grandes extensões de terra. Estes negócios, via de regra, se fundamentam na propriedade latifundiária bem como na prática dos arrendamentos. Costuma-se dividir o agronegócio em três partes. A de negócios agropecuários propriamente ditos (ou de "dentro da porteira") que representam os produtores rurais, sejam eles pequenos, médios ou grandes produtores, constituídos na forma de pessoas físicas (fazendeiros ou camponeses) ou de pessoas jurídicas (empresas). Em segundo lugar, os negócios à montante (ou "da pré-porteira") aos da agropecuária, representados pela indústrias e comércios que fornecem insumos para os negócios agropecuários. Por exemplo, os fabricantes de fertilizantes, defensivos químicos, maquinário de diversos portes (tratores, colheitadeiras, dentre outros), etc.E, em terceiro lugar, estão os negócios à jusante dos negócios agropecuários. São os negócios "pós-porteira", aqueles negócios que compram os produtos agropecuários, os beneficiam, os transportam e os vendem para os consumidores finais. Por exemplo, os frigoríficos, as fábricas de fiação, tecelagem e de roupas, os curtumes e as fábricas de calçados, os supermercados e varejistas de alimentos etc.


Links recomendados: Educação, EletrônicaGenealogia, Informática, Petróleo, Restaurante, Solidariedade, Teatro